BMW F800R

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

BMW F800R

Mensagem  Miguel Soares em 23/12/2009, 04:30



A estranha preferência do mercado português por motos de quatro cilindros e mais de 100 cv
poderá ser um impedimento ao sucesso comercial da nova BMW F 800 R, mas nunca será, certamente, uma inibição ao prazer de condução e divertimento aos seus comandos.


O objectivo

Durante décadas conotada com gerações mais avançadas na escala etária e com contas bancárias mais recheadas, a BMW tem-se lançado nos últimos anos numa conquista de novas franjas de mercado, seja em campos onde não tinha tradição (o enduro por exemplo, apesar das suas vitórias “dakarianas”), seja em nichos de mercado tipicamente ocupadas por gente mais jovem e de alma desportiva.

Na verdade, as motos desportivas da marca nunca o foram seriamente, tratando-se, isso sim, de excelentes modelos de sport-turismo capazes de performances muito interessantes. Só com o lançamento recente da S 1000 RR (e consequente presença oficial no Mundial de Superbikes) é que a casa de Munique se “atirou” decididamente ao mercado habitualmente reservado aos construtores japoneses – o das superdesportivas pluricilíndricas.

Mas não só. Para conquistar uma verdadeira imagem jovem poderá não chegar fazer motos desportivas. O conceito naked-fun de média cilindrada é hoje bastante popular um pouco por toda a Europa (excepção feita a Portugal onde o único modelo de sucesso nesta área acabou por ser a Honda Hornet). Aqui, na sua paleta de motos “mainstream”, a que faltava arrojo e originalidade, a BMW estava mal representada.

A F 800 S não preencheu todos os requisitos, a ST, estava claramente noutra “onda”. Havia, no entanto, um excelente exemplo na “família”: a K 1300 R falava uma linguagem bem distinta das restantes K (S e GT) com a qual partilha muitos elementos de estrutura e motorização. Mudando relativamente pouco, a BMW já tinha encontrado a solução.

A mudança

A F 800 R nasceu “desmontando” a sua irmã S de equipamento considerado supérfluo para o conceito Fun, e dotando a ciclística da geometria certa e o motor da “adrenalina” necessária.

Assim, o quadro é o mesmo dupla trave em alumínio, pintado de negro, que equipa as S e ST, mas o braço oscilante é ligeiramente maior (50 mm) e a geometria de direcção ficou mais radical, reduzindo-se o trail de 95 para 91 mm. Ou seja, “prolongando” a traseira e “encurtando” a frente procura-se o equilíbrio entre estabilidade e agilidade, ficando a frente mais “nervosa” e mais “rápida”. As F apresentam suspensões “normais”, com forquilha à frente e monoamortecedor atrás.




No campo do motor, um equilibrado bicilíndrico paralelo na versão mais evoluída já conhecida do modelo GS, houve uma adaptação da caixa de velocidades às características de uma “naked”, com as relações da 4ª, 5ª e 6ª velocidades mais curtas, pois é mais importante a resposta que a velocidade pura.
Basta olhar para ver que a F 800 R é uma moto com atitude. A óptica assimétrica dá-lhe um toque rebelde. Se olharmos de perto então, vemos que é uma moto bem acabada, bem construída, com pormenores estéticos e detalhes próprios das marcas europeias. Ocupando o nosso lugar aos comandos, vemos que tudo está no lugar (os comandos deixaram de ser “à alemã”…) e o display digital combina na perfeição com o conta-rotações de cor branca.

A moto que utilizámos neste teste estava equipada com vários extras, incluindo o computador de bordo, amortecedor de direcção, indicadores de mudança de direcção por LED, ABS e ponteira Akrapovic.

O resultado

Na prática, estas pequenas modificações, quer as estéticas, quer as técnicas, contribuíram para fazer uma moto bastante divertida de utilizar e de “levar à esplanada”. Há aqui qualquer coisa de original e alternativo que as japonesas não conseguem oferecer.

Divertimento é a palavra que nos vem à memória quando queremos descrever as sensações do tempo que passámos na sua companhia. Em estrada aberta, de rectas e curvas largas, a F800R faz valer o equilíbrio geral do seu conjunto, a eficácia das suspensões e o conforto da posição, caso o ritmo não aumente. Em velocidades mais elevadas, o factor “naked” começa a fazer-se pagar.
Se a estrada se retorce, tornando-se sinuosa, a “bêéme” evidencia os seus outros atributos. A travagem acertada, a facilidade de mudança de inclinação mas também os belíssimos médios regimes do seu motor. É, sobretudo, a agilidade e a facilidade com que executa as trafeas que fazem da F uma moto muito interessante de guiar em estradas sinuosas.

Esta familiaridade que rapidamente se ganha com o modelo é o nosso maior aliado na cidade. À excepção de uma embraiagem algo esponjosa no momento de largar em primeira, tudo decorre com grande naturalidade, como se estivéssemos até perante uma moto de menor cilindrada. A caixa funciona e nunca nos deixou mal.

O consumo é contido. O passageiro, embora consciente de que não estará perante uma moto de turismo, não desdenhará o banco ergonómico e espaçoso; o escape tem uma grelha de protecção mas os poisa-pés não têm borracha, o que necessariamente faz passar alguma vibração.




Será precisamente a vibração do motor o ponto que menos nos agradou, muito embora ela só sinta a ponto de ser incomodativa quando rodamos em rotações mais elevadas, as quais a F800R até pode bem passar sem elas. Outro ponto menos positivo é a facilidade com que o ABS entra em funcionamento na roda traseira, ao contrário da frente, da qual podemos até abusar um pouco. Os mais exigentes também dariam por bem vinda a regulação da forquilha dianteira.

Resumindo, a nova F800R é uma moto muito interessante, divertida, com equipamento mecânico mais do que suficiente para excelentes momentos de condução. Oferece um preço interessante, embora não seja uma tetracilíndrica, mas ganha claramente em personalidade e distinção.

Fonte "Vitor Sousa - Motociclismo.pt"

Pessoalmente acho a moto engraçada, e deve ter um andamento muito bom...

Miguel Soares

Número de Mensagens : 1449
Data de inscrição : 16/10/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BMW F800R

Mensagem  Miguel Soares em 23/12/2009, 08:03


Miguel Soares

Número de Mensagens : 1449
Data de inscrição : 16/10/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BMW F800R

Mensagem  Love.......Varadero em 23/12/2009, 08:15

"Pessoalmente acho a moto engraçada, e deve ter um andamento muito bom..." Suspect


.........será essa a substituta da Suzuki Bandit 600 N scratch Very Happy

Love.......Varadero

Número de Mensagens : 481
Idade : 49
Location : Mourões city - PVZ
Data de inscrição : 11/05/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BMW F800R

Mensagem  Miguel Soares em 23/12/2009, 08:28

Até podia ser... se não fosse a falta de €€€€, a Colheita dos €€ este ano correu mal, deve ter sido por causa do mau tempo... Very Happy Very Happy

Miguel Soares

Número de Mensagens : 1449
Data de inscrição : 16/10/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BMW F800R

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 19:11


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum